Stone TMS

Tratamento ajuda pacientes a encontrar alívio para depressão

Por Megan Reuther
 

Um tratamento está ajudando pacientes com depressão que não estão encontrando alívio com medicação.
 

Travis Stone sofre de ansiedade e depressão. Ele serviu no Afeganistão. “Tenho tomado remédios para depressão e ansiedade desde que dei baixa há cerca de 6 ou 7 anos atrás”.
 

Mesmo com medicação, Stone disse que não era ele mesmo. Ele decidiu tentar então um tratamento chamado EMT, que significa Estimulação Magnética Transcraniana.
 

 

A clínica local de Des Moines, em Iowa, começou a oferecer a forma não invasiva de estimulação cerebral quatro meses atrás. Os pacientes ficam sentados numa cadeira durante cerca de 20 minutos, 5 dias por semana, durante 6 semanas, enquanto os campos magnéticos estimulam as células nervosas no cérebro.
 

O psiquiatra Shehzad Kamran disse: “É um tratamento que usa campos magnéticos que geram uma corrente elétrica que passa do crânio para o cérebro e estimula uma parte do cérebro que acreditamos estar relacionada à depressão”.
 

A paciente Andrea Weigel disse: “Tem feito uma enorme diferença, e eu sei que algumas pessoas não percebem quando você tem depressão, e é uma depressão grave. As vezes quero me levantar e tomar um banho todos os dias, escovar os dentes e ficar pronta. Parece um pequeno passo, mas às vezes é um grande passo”.
 

Weigel sofre de depressão grave. Ela foi submetida à eletroconvulsoterapia, ou ECT, e diz que a EMT é muito mais fácil para ela. O único efeito colateral é uma pequena dor de cabeça. “Isto realmente tem me ajudado a cumprir as tarefas durante o dia e fazer as coisas que eu realmente quero fazer e preciso fazer”, disse ela.
 

Stone disse: “O que notei é que a margem que sempre me incomodava e meio que me arrastava para baixo ou me deixava nervoso, qualquer que fosse a situação, foi embora”.
 

A EMT foi aprovada há dez anos pelo FDA para tratar a depressão, e no Brasil, o CBrEMT tem aplicado a técnica com sucesso desde 2000.
 

Tradução livre e adaptação do texto original em inglês do site WhoTV.com
Publicado em 17 de dezembro de 2018.
 
 

Deixe um Comentário